Conto: Meu tão sonhado primeiro chifre finalmente chegou!!!

Segue um conto delicioso que recebi de um leitor do blog, obrigado!



“Gostaria que publicassem em primeira mão o que aconteceu, segue o relato abaixo. A história é a pura realidade. Em breve mando fotos e videos caso ela autorize…”



Meu tão sonhado primeiro chifre finalmente chegou!!!
Me chamo Adriano, sou casado há 5 anos com uma esposa linda e maravilhosa, aqui vou chamá-la de Srª N. por razões óbvias: não gostamos de nos expor. Ela é branca, loira, cabelos longos, 1,59cm de altura, 42kg, toda esbelta, cuida muito bem da aparência o que a torna muito atraente. Somos de São Luís – MA. Vim relatar o ocorrido na madrugada do dia 07/03/2016. Nossa história começa há mais ou menos 3 anos quando nem sei como acabamos tocando no assunto do sexo a 3, onde eu esclareci que gostaria de vê-la transando com outro homem. É de se imaginar qual foi a reação dela: acabou imaginando que eu estava querendo tal situação apenas para ter motivos para fazer o mesmo ou que não a amava mais, etc… mas falei do que realmente se tratava: apenas um fetiche, um desejo incontrolável de ver na minha própria esposa meus desejos mais íntimos se realizando.

 Srª N. sempre foi muito ciumenta e por algumas vezes acabei cedendo aos meus desejos machistas e acabei traindo a confiança dela e isso nos afastou um pouco abrindo um abismo entre nós, doeu de mais ver tanta indiferença e nunca mais quis saber de outra pessoa além dela, a amo de mais e não me imagino nem sequer olhando para outra pessoa que não seja ela. Voltando ao assunto… no início ela ficou desconfiada e não queria nem tocar no assunto… com muita conversa ela foi se soltando mais para o tema e chegamos a criar um email fake que ela usou por um tempo para conversar com outros homens, coisa que não deu muito certo porque os homens eram muito atirados e logo de cara enviavam imagens de seus pênis ou pediam que ela enviasse fotos nua, ela se decepcionou de tanto procurar alguém legal e desistiu de achar o escolhido nos bate papos ou em redes sociais. Decidiu que só tentaria rolar algo se conhecesse a pessoa em uma festa por acaso, nada de internet. E dito feito: passamos a freqüentar mais festas, principalmente de forró pois Srª N. ama dançar, principalmente forró das antigas… até conhecemos alguns pretendentes legais que de cara se assustavam quando ela falava que era casada e explicava minha fantasia… eu não vou mentir, sentia ciúmes dela mas a mistura de tesão era enorme também, o que me levava a deixá-la mais a vontade. O tempo passou, na verdade foram 3 anos até que realmente se concretizasse minha fantasia. O que nós não esperávamos é que fosse acontecer com um meio-irmão meu. Combinamos de sair eu, ela e mais 3 pessoas, dentre elas havia este meio-irmão… Tudo bem, fomos para uma casa de eventos na cidade, e saindo de lá fomos para um barzinho muito movimentado, por lá ficamos, dançamos, mas nunca imaginamos o que estava pra acontecer… eram 04 da manhã e Srª N. ainda não havia se cansado ainda queria dançar e beber, e como o bar já estava fechando eu decidi levar nossos convidados pra casa e irmos pra casa também mas Srª N. me convencer a irmos para a praia com a promessa de que me faria um belo boquete kkkk, como negar um pedido desses neh?! Respondi: só tem um problema, só vamos se fizer o boquete agora! E olha, eu estava dirigindo, Srª N. no banco do passageiro ao meu lado e os demais no banco traseiro. Ela não negou fogo e foi tirando meu pau da calça mas os convidados não deixaram ela fazer alegando que não queria ver a cena kkk. Chegamos na praia e nada de movimento por lá decidimos ir pra casa mesmo pois não havia mais nada na cidade rolando. No caminho o papo ficou mais quente e Srª N. perguntou aos nossos convidados se não queria um boquete já que não deixaram ela fazer um em mim. Eles se assustaram com a proposta com medo da minha reação, ela insinuou que eu era muito generoso e eles não imaginavam o quanto… ela me olhou e perguntou se contava a eles… ela se referia a minha fantasia, eu respondi que sim… então ela contou que eu tinha a fantasia de vê-la com outro homem na cama… a reação foi lógica: se assustaram novamente e disseram que não rolaria, porém meu meio-irmão comentou que essas fantasias de casal era muito excitante e que tínhamos mais era que apimentar nossa relação mesmo. Eu confesso que até então não havia notado a malicia nele. Ao chegarmos ao nosso destino, despachamos nossos convidados e minha esposa desceu para usar o banheiro, sendo que avisamos aos mesmos que íamos ao motel já que não rolaria nada com eles. Ela demorou um pouco e meu meio irmão voltou e entrou no banco traseiro, fiquei na minha escutando som dentro do carro esperando minha esposa retornar, quando ela volta eu disse: acho que ele quer ver ação hoje amor! Ela respondeu: ele quer ver então ele vai ver! Deixa ele! No caminho ela perguntou se poderia passar para trás e se eu me importaria, respondi que não e disse para ela ficar a vontade. O excitação foi a mil quando a vi se posicionar  e sentar-se de frente pra ele já o beijando com vontade, não sabia se prestava atenção no transito ou no que estava acontecendo bem ali atrás de mim. Conseguia ver as mãos dele alisando sua costa seminua devido a blusa provocante, a mão boba apertando a bunda dela, o jeito que ela beijava era muito intenso, com muito tesão. Ajeitei o retrovisor e logo ela já estava se pondo no jeito pra chupar o pau dele. Conseguia ouvir os gemidos dele enquanto era abocanhado pela boca gostosa da Srª N. Chegando próximo ao motel, pedi a ela pra passar para o banco da frente e pedi pra ele se esconder no banco de trás pra não pagarmos o adicional. Entramos, abri a porta do quarto e eles entraram enquanto eu baixava a lona do toldo que serve de porta da garagem do quarto, quando entrei no quarto eles se beijavam e ele disse que iria tomar um banho, Srª N. me pediu para tirar sua roupa e disse que iria tomar um banho e mandou tirar minha roupa e esperar ela na cama… no quarto dava pra ver apenas sombras dentro do banheiro através do vidro embaçado, o suficiente pra ver que ele tomava banho já com o pau duro, meu coração foi a mil quando ela entrou no chuveiro com ele e os 2 se beijaram debaixo da água, logo ela estava chupando pau ali mesmo, não me segurei e fui mais próximo pra observar melhor, quando entrei ele já estava posicionando ela de costas pra parede e ajeitando o pau na portinha da buceta dela enquanto segurava uma das pernas dela, ela ficou apoiada em apenas um dos pés, o outro estava sendo erguido por ele, ela apertava a bunda dele com as duas mãos enquanto ele a penetrava com muito desejo, era claro que ali ela já não era só minha mas eu sabia que ela estava fazendo aquilo apenas porque eu pedi e insisti então tratei de afastar da minha mente o ciúmes que queria surgir em mim, me concentrei no tesão que estava claro. Ela notou que eu havia entrado e estava observando e começou falar alto: isso, me fode! Assim que eu gosto! Fode gostoso!
Não sei se falou isso porque realmente estava gostoso ou se falou pq sabia que eu iria gostar, mas quem se importa, o importante eh que finalmente estava rolando. Ele escorregou no chão molhado e vendo o risco deles caírem pedi pra irem para o quarto. Ele a segurou e a levantou tentando encaixar o pau nela ainda erguida mas não conseguiu e saiu com ela carregada do banheiro enquanto ela o beijava e me olhava, foi uma das melhores cenas da noite. Ele a colocou na cadeira erótica e a posicionou pra receber uma chupada na buceta, se sentou e iniciou uma chupada demorada nela. Eu so conseguia ficar observando aquela cena linda que estava acontecendo bem ali diante dos meus olhous, acho que a ficha ainda não havia caído. Vendo o tesão dela que falava coisas do tipo: ai que delícia, como eh gostosa essa língua, chupa gostoso vai! Resolvi participar e a beijei bem gostoso enquanto acariciava seu pescoço, botei o pau pra fora e coloquei na posição pra ela chupar… ficamos ali revezando entre beijos, carinhos e chupadas enquanto ela curtia o sexo oral que recebia até que ele resolveu penetrá-la, foi lindo quando ele botou nela ainda naquela posição, totalmente entregue a outro homem e adorando cada centímetro daquela rola nova, coisa que ela não fazia a muito tempo, pois desde que começamos a namorar ela foi fiel a mim. Ele metia com força e apertava os seios dela, dava tapas em sua cara e a beijava com força. Me aproximei e comecei a beijar ela novamente, ela me disse que queria ir pra cama pois tava afim de ficar de 4 pra ele. Eles foram pra cama onde ela ficou de 4 e disse pra ele fuder ela. Ele meteu e ela gemeu bem gostoso enquanto ele fudia e dava tapas na sua bunda, ela mandava ele fuder dizendo que tava muito gostoso, que era assim que ela gostava. Logo ele deitou e ela ficou por cima cavalgando na rola dele, só então percebi que era bem maior que a minha, fiquei observando eles transarem quando ela me pediu o gel e mandou abrir e passar no seu cuzinho, obedeci e não acreditei… ela mesma tomou a iniciativa de dar o cuzinho pra ele?! Lubrifiquei bem e observei de pertinho ela colocar aquele cacete enorme no rabo, gemeu um pouco até que entrou todo e iniciou os movimentos de subir e descer com o cu naquele cacete, fiquei me masturbando observando ela gemer e rebolar naquela pica, ela ficou louca de tesão quando recebeu novas palmadas na bunda, mandou ele bater mais e que podia fazer o que quisesse com ela, mandava ele fuder e dizia que era putinha mesmo. Nem precisei pedir, parecia que ela lia meus pensamentos e dizia tudo que eu queria ouvir, ele tirou do cu dela e meteu na buceta e ela me pediu pra meter no cu dela. Obedeci e meti, ela delirou dizendo como era gostosa aquela minha fantasia e que nunca havia experimentado aquilo (dupla penetração = DP), aproveitei o tesão que ela sentia e perguntei se ela tava gostando e se queria fuder com ele de novo, ela respondeu que sim e perguntou pra ele se ele ia fuder ela de novo se ele queria repetir. Claro que ele respondeu que sim né? Rsrs. Eu tirei do cu dela e ele continuou metendo ate que gozou e ela me pediu pra meter nela, nesse momento foi so amor, meti no estilo papai mamãe enquanto fazíamos juras de amor eu disse a ela o que sentia e agradeci por estar me realizando, ela disse que também tava amando me realizar e que me amava muito. Ela gozou e foi tomar um banho também. Na volta ele estava na cama e ela deitou ao seu lado lhe fazendo carinho e beijando, como se fossem dois namorados, amei a cena novamente, ela iniciou um boquete bem lento e caprichado, foi uma das chupadas mais bonitas que já vi, chupou com gosto e olhava nos olhos dele, chupava so a cabeça, percorria o cacete todo com a língua, mordiscava os ovos, tentava engolir o pau todo, foi ótimo presenciar aquela cena. Então ela sentou no cacete novamente e começou cavalgar bastante, eles transaram mais um pouco até que ele gozou novamente, dessa vez dentro dela, pois não usou camisinha (ela o avisou que já é ligada e que não engravida mais e que também somos fieis um ao outro e muito limpos, portanto não tem risco de DST). Depois de gozar ele caiu no cansaço e ela me pediu pra fazê-la gozar, meti nela de ladinho enquanto ela ainda abraçada nele o beijava e acariciava seu cacete já mole de tanto fuder. Notei que estava bem abertinha sua buceta e a sensação de meter na minha esposa toda meladinha e arrombada por outro é indescritível. Logo gozamos e ficamos nos acariciando, tomamos banho, pedimos a conta e fomos pra casa sem acreditar no que tinha acontecido, ou melhor: com quem tinha rolado. Mas eu fiquei numa boa e a tranqüilizei, pois afinal ele é uma boa pessoa e a tratou super bem, foi ótimo ver o entrosamento entre os dois. Não sei se vai rolar novamente, só sei que amei e vou deixar as coisas fluírem naturalmente. Amo minha esposa e vou ser fiel para o resto da vida. Afinal esse é meu papel de corninho manso: amar e cuidar da minha esposa.



Um Comentário para: “Conto: Meu tão sonhado primeiro chifre finalmente chegou!!!

  1. Edinhocarinhoso Edinho

    ola amigo sou de São Paulo – região da Mooca, conheço sua cidade porque sempre vou ai em sua cidade,São luis a trabalho e a passeio gosto muito da litoranea, calhau, ponta da areia, e lençois maranhense, e posso realizar o seu desejo de ver sua esposinha em outra rola tenho dote de 20cm e grosso se combinarmos na proxima visita a são luis posso te ajudar aguardo resposta

    Responder
  2. Negro pauzudo

    Nossa amigo que relato maravilhoso, deu maior tesão lendo tudo aqui. Olha n sei se vcs estão atras, e tbm não gostam de procurar na Internet , mas eu amaria conhecer o casal , sou de São Luís tbm , ja tenho experiência no meio , se quiser eu tenho post aqui no blog com fotos minhas está como negropauzudo se interessar é so chamar no email : negropauzudo2500@gmail.com

    Responder

Deixe seu comentário, mas sem inserir telefones!